Get Adobe Flash player

N.Eyes

New Eyes


FÓRMULA AVANÇADA PARA A VISÃO
Com Luteína e Zeaxantina
Suplemento Alimentar
120 Cápsulas

COMPOSIÇÃO:

Cada comprimido fornece: % DDR* (CEE)

Vit. A (beta-caroteno) 10000 UI 375%
Vit. C (ácido ascórbico) 375 mg 625%
Vit. E (succ. De d-Alfa Toco.) 100 UI 670%
Vit. B-2 (Riboflavina) 12,5 mg 781%
Zinco (picolinato) 6,25 mg 42%
Selénio (quelato de aminoácido) 25 ug 11%
Crómio (quelato de aminoácido) 50 ug 25%
Luteína 5000 ug ----
Zeaxantina 420 ug ----
Bioflavonóides de citrinos 62,5 mg ----
L-Acetil L-Cisteina (NAC) 50 mg ----
Taurina 50 mg ----
Quercetina 25 mg ----
Rutina 25 mg ----
Mirtilo 2,5 mg ----
L-Glutationa 2,5 mg ----

Dose Diária Recomendada DDR*

Outros ingredientes: Produto isento de citrinos, milho, ovo, glúten, leite, sal, soja, amido, açúcar, trigo, levedura, ceras, solventes, corantes, conservantes e aromatizantes artificiais.

Adequado a vegetarianos.

Uma combinação selecionada de minerais foram quelados de aminoácidos para maximizar a biodisponibilidade no organismo.

As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância dos minerais na nutrição humana. Eles são necessários para uma variedade de reações biológicas no corpo e muitos são integrados com vitaminas. Os minerais são elementos integrantes de cada parte do corpo, da estrutura dos ossos e tecidos conjuntivos e para as reações químicas que ocorrem no nível celular.

Fórmula avançada para a visão com luteína e zeaxantina

Suplemento Alimentar

Nos últimos dez anos a ciência tem demonstrado que a ingestão de antioxidantes tem um efeito benéfico na saúde ocular. A fórmula de New Eyes, foi desenvolvida de acordo com estas evidências.  

Os antioxidantes incluídos neste produto são as vitaminas A, C e E e ainda os minerais Selénio e Zinco. Porque é que os antioxidantes são tão importantes? Eles protegem os olhos (e o resto do corpo) da formação de radicais livres. Os radicais livres são moléculas instáveis que causam danos celulares, afectando o sistema imunitário e originando infecções e varias doenças degenerativas. Apesar de muitos antioxidantes poderem ser obtidos de fontes alimentares, é difícil conseguir as quantidades suficientes para neutralizar todos os radicais livres que vão sendo gerados pelo nosso ambiente poluído.

A luteína é um carotenóide, um pigmento que actua como um antioxidante no interior do nosso organismo, e que existe juntamente com a zeaxantina (outro carotenóide) na retina e na mácula oculares. Enquanto que os outros tecidos no nosso organismo absorvem um espectro muito grande de carotenóides, a mácula apenas absorve luteína e zeaxantina. No centro da mácula predomina a zeaxantina e na periferia a luteína. Estes pigmentos parecem funcionar como um filtro para a luz azul, protegendo o tecido ocular dos danos provocados pela luz. Estudos indicam que uma suplementação elevada em luteína diminui o risco de degeneração macular associada ao envelhecimento, e previne o aparecimento de cataratas.

Os extractos de mirtilo também são utilizados para melhorar a acuidade visual, incluindo a visão nocturna. Os ingredientes activos responsáveis pela saúde da visão são os antocianósidos, que asseguram uma boa microcirculação sanguínea e um balanço adequado dos fluidos intersticiais da mácula. Assim os extractos de mirtilo podem ser utilizados para melhorar a visão nocturna, prevenir retinopatias, cataratas, degeneração macular e glaucomas.

Os bioflavonoides, pigmentos que ocorrem naturalmente nas plantas, também actuam como antioxidantes. Os efeitos fitoterápicos associados aos bioflavonoides incluiem a melhoria da visao, o fortalecimento da saúde cardiovascular, aumento da resistência capilar e o reforço da estrutura dos tecidos conectivos.

A taurina, por seu turno é um aminoácido nao proteico, que existe em grandes quantidades na retina, e que também tem um efeito antioxidante. Actua como uma espécie de “dona-de-casa” no interior da retina, uma vez que ajuda os macrófagos a eliminar resíduos das células fotoreceptoras. É ainda essencial ás reações químicas relacionadas com a visao, pode ajudar no caso de cataratas e a sua deficiência está associada com a degeneração da retina.



  • Facebook: 100010063560908
  • YouTube: MydoctorClinic

Conselhos de saúde do Prof. Carvalho Neto.