Get Adobe Flash player

Echinacea

Echinacea C
(Acerola como Vitamina C)

A echinacea é conhecida pelos seus poderosos efeitos anti-inflamatórios sendo utilizada como substituto natural dos seus congéneres químicos devido à reconhecida vantagem de não oferecer nenhum efeito colateral, nomeadamente sobre o aparelho digestivo, fígado e rins.
A vitamina C é um dos principais anti-oxidantes reconhecido evitando a formação de radicais livres, responsáveis pela doença de um ponto de vista químico.
A associação da vitamina C potencializa os efeitos anti-inflamatórios da echinacea e cria um efeito duplamente profilático e preventivo revitalizando o “Sistema da Grande Defesa”.

1000 mg Suplemento Alimentar

60 Cápsulas (Adequado a vegetarianos)



COMPOSIÇÃO:

Cada comprimido fornece: % DDR* (CEE)

Equivalente
Echinacea Purpurea (extracto seco 3%) 1000 mg
Malpighia e. (extrato seco 25%) Vit. C 400 mg
Maltodextrina 220 mg

Magnésio Estearato 30 mg

Dose Diária Recomendada DDR*

Ingredientes: Echinacea (Echinacea purpurea); Acerola (Malpighia emarginata).
Outros ingredientes: Maltodextrina; magnésio estearato.

Equinácea foi o remédio dos índios americanos das planícies para as feridas, infecções, picadas de insectos e cobras. É um membro da família do girassol. As espécies mais comuns são a Equinácea angustifolia e a Equinácea purpúrea.

 

 É rica em polissacarídeos e fitoesteróis (um grupo de álcool esferóide, fitoquímicos que ocorrem naturalmente nas plantas) que têm acção potente estimulante sobre o sistema imunológico. Pesquisas indicam que ajuda a activar células do sistema imunológico e em geral a combater bactérias e resíduos celulares.

As raízes da equinácea contêm quantidades significativas do equinacosídeo glicosídeo. O equinacosídeo tem actividade antibiótica moderada. Outros componentes, como o ECHINACIN polissacarídeo, também possuem actividade antibiótica e anti-fúngica. A Equinácea purpúrea contém componentes, principalmente ECHINACIN, como a actividade da cortisona e que ajuda na cicatrização de feridas, inibindo a resposta inflamatória.

A equinácea tem sido usada para estimular o sistema imunológico, para ajudar na velocidade de cicatrização, para reduzir inflamações, e para tratar resfriados, gripes e infecções. Muitos dos seus componentes activos têm propriedade anti-bacteriana, antiviral e anti-fúngica. A equinácea também tem sido administrada para uso externo limpar e curar as feridas, eczemas, queimaduras, psoríase, herpes, aftas, abcessos e outras doenças da pele.

Referências:

1.  Foster, S. (1991) Echinacea, The Purple Coneflower.  American Botanical Council, No. 301.

2.  Hobbs, C. (1989) The Echinacea Handbook.  Portland, OR: Eclectic Medical Publication.

3.  Mowrey, D. (1990) Guaranteed Potency Herbs.  A Compilation of writings on the subject.

4.  Mowrey, D. (1986) The Scientific Validation of Herbal Medicine.  Cormorant Books.

5.  Tragni, E. et al. (1985) Evidence from two classic irritation tests for an anti-inflammatory action of natural extract, Echiancin B. Food and Chem. Toxic. 23(1):317.

6.  Wacker, A. and Hilbig, A. (1978) Virus inhibition by Echinacea purpurea.  Plants Medica 33:89.

7.  Wagner, H. and Proksch, A. (1981) An immunostimulating active principle from Echinacea purpurea. Agnew. Phylother. 2(5):166.

8.  Weiner, M. (1990) Weiner’s Herbal. Mill Valley: Quantum Books.  

Produto No. 8700

 

Esta declaração não foi avaliada pela Food and Drug Administration. Este produto não se destina a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.


  • Facebook: 100010063560908
  • YouTube: MydoctorClinic

Conselhos de saúde do Prof. Carvalho Neto.